Acompanhe aqui as noticias mais significativas sobre badminton

Leia tudo numa só página, as "noticias" e os "cartoons". Participe...enviando-nos noticias de badminton da sua Região, Clube ou Associação, que estas serão publicadas para uma maior divulgação da modalidade. e-mail : linha.boto@gmail.com

Há notícias que só no maior jornal de badminton
de Portugal se podem ler....


Última Hora

...

terça-feira, 7 de junho de 2016

UM SONHO TORNADO REALIDADE - Artigo de Opinião por Pedro Fernandes

Um sonho tornado realidade

Dei por mim a olhar para esta foto publicada no blog linhas finas/+ badminton, relativa ao final do campeonato nacional de seniores, realizado no centro de Alto Rendimento das Caldas da Rainha. Só me ocorre uma frase “Eu e mê primo somos campeões!!!”, terá dito possivelmente um dos protagonistas. Sim, estes dois grandes atletas são primos e já respiram badminton de algum tempo a esta parte. 
Olhando para esta imagem, de certeza que qualquer pessoa imagina a excitação e a alegria que vão no rosto e, principalmente, na alma destes dois. Agora, imaginem se conhecessem o Alexandre Cabral e o Leandro Andrade, particularmente as suas vidas como algumas pessoas conhecem. 
Estes dois jovens sabem a dureza que foi chegar até aqui… Mas quando falo da dureza não falo dos treinos, porque esta é parte do dia mais agradável. São jovens, mas trabalham como homens maduros, rompem as ondas do oceano atlântico de noite e de dia, usam redes para apanhar o peixe que dá sustento à família, como se de um jogo de badminton se tratasse. Chegar perto da rede para executar um encosto, um ataque e ganhar o ponto, vencer o set e acabar um jogo. Estar alerta, contrariar as dificuldades que vão aparecendo em terra e no mar, faz destes dois atletas uns autênticos guerreiros de uma batalha onde o verbo sobreviver está sempre presente. 
No campo de badminton estes dois miúdos também cresceram muito rapidamente, mas aqui estão como peixes dentro de água, não como aqueles que no mar se deixam apanhar pelas suas redes, são peixes livres, capazes de grandes feitos, inimagináveis para muitos e só possíveis no mundo dos sonhos dos que ousam arriscar e ir além daquilo que outros vaticinam como seu destino.
A vida destes dois é um exemplo para muitos atletas. São uma referência na região na modalidade de badminton e isso é importante para eles e para quem trabalha com eles. Relembro os mais desatentos que não acompanham esta modalidade, que é a primeira vez na história do Badminton Açoriano que se regista a conquista de dois títulos nacionais, (Alexandre Cabral, singulares homens e Alexandre Cabral e Leandro Andrade em pares homens.)
Como devem imaginar a modalidade de badminton é bastante dispendiosa no que diz respeito ao desgaste de material (raquetes, volantes), sendo o Clube Atlético de Rabo de Peixe um clube escolar e não existindo muitos apoios, nem sempre é possível trabalhar com a quantidade e qualidade de material que se pretende. É óbvio que nem sempre se pode trabalhar com volantes de penas, o recurso ao sintético é uma constante. Em relação às raquetes a mesma coisa, ao nível competitivo onde estes atletas competem, gostaríamos de lhes proporcionar melhores recursos, mas, enfim vivemos com o que temos. 
Gostaríamos de ter uma participação mais regular na competição nacional. Oferecer outras vivências aos nossos atletas para que adquirissem outras experiências que os fizessem crescer ainda mais, mas a insularidade paga-se cara. Gostaríamos de ter uma participação mais activa dos pais na vida dos seus filhos, mas raramente isso acontece. Enfim, o barco está por nossa conta e risco. No entanto acabamos por ter uma boa sensação, ao percebermos que com pouco também conseguimos realizar alguns feitos. Esta constatação é importante na comparação com outros clubes, onde os atletas felizmente possuem mais apoios por parte de empresas, marcas, instituições e muitas vezes os próprios pais são os primeiros a participar na vida dos seus filhos. 
Outro aspecto importante é a posição do Clube Atlético de Rabo de Peixe (CARP) no ranking de Clubes Não Seniores elaborado pelo Blogue Linhas & Finas/+badminton/Prof. Fernando Gouveia, ocupando o 12º lugar em 47 equipas, sendo o clube mais bem classificado ao nível da região. Devo salientar que grande parte dos nossos atletas têm um percurso escolar de currículos alternativos, em que a escola não assume grande interesse, no entanto a passagem que fazem no clube é bastante positiva, dando muitas vezes continuidade nas diferentes épocas desportivas, exemplo disso são exactamente os atletas que recentemente se sagraram campeões nacionais. 
Por fim há que salientar que por detrás destes atletas, que se destacaram neste fim-de-semana e de muitos outros, existe um grupo de técnicos (Luís Godinho, Pedro Fernandes e Carlos Ávila) que desenvolvem treinos semanais para que alguns jovens de Rabo de Peixe se sintam felizes e procurem encontrar os seus sonhos dentro do rectângulo de jogo de um campo de badminton. 

Pedro Fernandes 

Sem comentários: