Acompanhe aqui as noticias mais significativas sobre badminton

Leia tudo numa só página, as "noticias" e os "cartoons". Participe...enviando-nos noticias de badminton da sua Região, Clube ou Associação, que estas serão publicadas para uma maior divulgação da modalidade. e-mail : linha.boto@gmail.com

Há notícias que só no maior jornal de badminton
de Portugal se podem ler....


Última Hora

...

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Entrevista com... Inês Couto (CA) conduzida pelo Prof. Fernando Gouveia

Entrevista com...
Inês Couto

Introdução - Maria Inês Couto, atleta Sub-15 do Clube de Albergaria, natural de Ermesinde e residente em Santa Maria da Feira é estudante do 9º ano, na Escola Básica de Argoncilhe em Santa Maria da Feira.
Presentemente encontra-se ordenada, no "Ranking Nacional" / Sub-15", no 2º lugar em Singulares Femininos, em 1º lugar nos Pares Femininos, com Teresa Lopes (CDCE) e em 2º lugar, nos Pares Mistos, com o seu colega Rodrigo Almeida.

Fernando Gouveia - Porque escolhes-te o Badminton como o teu desporto preferido, qual foi a reação da família e com que idade começaste a praticar a modalidade?
Inês CoutoComecei a praticar badminton aos 10 anos, quando a minha irmã mais velha se interessou pela modalidade. Obviamente a nossa família apoiou-nos logo desde o início! Todos achavam que era muito importante praticarmos um desporto do qual gostássemos.
FG - Quais os teus planos até final da temporada?
ICGostaria, principalmente, de ser Campeã Nacional, tanto na prova de singulares como nas de pares. Seria um título que me traria uma grande felicidade e para o qual me esforço para alcançar.
FG - Tens amigos no teu clube e já conseguiste amizades com atletas de outros clubes?
ICClaro que sim! Tenho grandes amizades dentro do badminton, quer no meu clube como noutros. Claramente umas são maiores que outras, mas é como em tudo na vida…
FG - Praticaste Badminton em mais algum clube?
ICJoguei pela AAE até ao meu segundo ano de sub-13. Foi então que me inscrevi pelo Clube de Albergaria, no qual fui logo muito bem recebida e onde me sinto apoiada por todos os atletas do clube.
FG - Qual foi o momento que mais te marcou durante os torneios já disputados?
ICJá houve vários momentos que me marcaram ao longo destes anos. Posso dizer que vencer a 4ª Jornada Nacional desta época em todas as provas foi muito importante para mim e deixou-me, de facto, realizada. 
FG - Qual é o teu maior sonho no Badminton?
ICTenho vários objetivos para mim no badminton. Mas certamente o meu maior sonho seria representar o nosso país em torneios internacionais. Aproveito desde já para desejar boa sorte aos atletas portugueses que vão participar nos Campeonatos da Europa de Juniores!  
FG - Para além do Badminton, quais são os teus outros passatempos?
IC Devido aos horários apertados do badminton e da escola é complicado arranjar algum tempo para outras atividades. Mas tento sempre dedicar-me o máximo possível aos meus amigos e à minha família.
FG - Qual a marca de raquetes e de sapatilhas que mais gostas de usar e tens algum patrocinador?
ICNão tenho nenhuma marca em específico… Gosto de várias e uso um pouco de tudo, uma vez que não tenho nenhum patrocínio. 
FG - Qual é a importância que dás em praticar atividades desportivas?
IC - Dou imensa importância à prática de um desporto. Temos que nos manter saudáveis e ativos! Também penso que é uma boa maneira de descontrairmos após um dia de aulas ou de trabalho, um “refúgio” aos problemas da nossa vida pessoal. Além disso impõe-nos imensos valores na nossa educação, o que também é um aspeto muito importante na prática de uma atividade desportiva. 
FG - Quem é o teu treinador, quantos treinos efetuas por semana, com a duração de quanto tempo e consegues conciliar bem com a escola?
ICNeste momento treino com o Jorge Pitarma que me treina para eu evoluir e alcançar os meus objetivos. Costumo treinar quatro vezes por semana, das 19h30 às 21h30/22h. Normalmente, às terças e sextas treino em Albergaria, para onde tenho que me deslocar de comboio, e às quartas e quintas treino em Espinho com os atletas da AAE. Às vezes é complicado conciliar tudo, uma vez que mal chego a casa da escola tenho logo que me preparar para sair para o treino. Até agora os resultados têm sido bons, já que tento organizar o meu tempo, aproveitando os “espaços livres” para estudar.
FG - Qual o teu objetivo nos estudos?
ICEspero continuar a ter boas notas e claro entrar, um dia, numa universidade.
FG - Sentirias orgulho se fosses convocada, nos próximos anos, para representares a Seleção de Portugal?
IC Claro que sentiria orgulho! Seria uma honra representar o nosso país lá fora. Aliás, esse é um dos meus maiores objetivos no badminton.
FG - Quais são os aspectos positivos e os negativos de seres atleta?
ICÀs vezes pode ser complicado ser atleta, uma vez que me tira muito tempo para estar com os meus amigos ou para estudar. No entanto, ajuda-me a crescer a nível pessoal, uma vez que implica muita responsabilidade da minha parte e também me ajuda a adquirir métodos de estudo, de maneira a conseguir conciliar com a escola. 
FG - Gostarias de fazer algum tipo de agradecimento?
ICEm primeiro lugar queria agradecer ao Prof. Fernando Gouveia pela oportunidade de fazer esta entrevista! Um enorme obrigado ao Jorge Pitarma, que é um excelente treinador e que me tem ajudado a evoluir e a crescer dentro do badminton. Tudo o que sou como atleta devo a ele! Um obrigado aos dirigentes e atletas do meu clube por me terem acolhido. São realmente um clube fantástico! Também queria agradecer ao diretor da AAE, Augusto Pereira, por me deixar treinar com os seus atletas. E por fim, queria agradecer à minha família e amigos que sempre me apoiaram, tanto nos bons como nos piores momentos, e que me têm incentivado a continuar e a dar o meu melhor. Obrigada!

Sem comentários: